São Gaspar de Búfalo, anjo da paz

Gaspar nasceu no dia 6 de janeiro de 1786, em Roma, filho de Antônio e Anunciata Quarteroni. Em 1810, uma piedosa religiosa dizia que surgiria um zeloso sacerdote que sacudiria o povo da sua indiferença, mediante a propagação da devoção ao Precioso Sangue de Cristo. Naquele ano Gaspar de Búfalo, com dois anos de sacerdócio, tinha sido preso por ter rejeitado o juramento de fidelidade a Napoleão. Ele foi libertado do cárcere, após a queda de Napoleão, Gaspar recebeu de Pio VII a incumbência de se dedicar às missões populares pela restauração religiosa e moral do Estado Pontifício. Ele empreendeu essa nova cruzada em nome do Precioso Sangue de Jesus, tornando-se o ardoroso apóstolo desta devoção. O Papa João XXIII definiu-lhe como: “Glória toda resplandecente do clero romano, verdadeiro e maior apóstolo da devoção ao Preciosíssimo Sangue de Jesus no mundo”.

O povo o chamava de “anjo da paz”, devido suas pregações serem pacíficas e caridosas. Utilizando atitudes de caridade, São Gaspar conseguiu conter os bandidos que proliferavam nas periferias de Roma.

Ele faleceu no dia 28 de dezembro de 1837, em Roma. A fama de sua santidade não demorou a atingir o mundo todo, no ano de 1904 ele foi beatificado e foi canonizado pelo Papa Pio XII em 1954.

Santos de Setembro

Ver todos

TV Pai Eterno









Newsletter