Sobre a Afipe

A Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe) nasceu a partir do sonho do então reitor do Santuário Basílica, Pe. Robson de Oliveira, de reunir o maior número possível de fiéis católicos e devotos, com a finalidade de proporcionar auxílio na vivência da fé e propagar a devoção ao Divino Pai Eterno. A Afipe iniciou suas ações em maio de 2004, e hoje conta com uma equipe de funcionários pronta para atender aos filhos e filhas do Pai Eterno.

Os trabalhos desenvolvidos têm colaborado para o amadurecimento da fé de milhares de famílias que se renovam no compromisso pessoal, comunitário e, principalmente, na vida prática cristã. As doações recebidas são voltadas para a evangelização por meio da TV e para Obras Sociais.

Através da doação espontânea e fiel de cada devoto, foi possível montar uma estrutura televisiva, incluindo uma produtora, para transmitir, ao vivo, as celebrações do Santuário Basílica, as Novenas diárias do Divino Pai Eterno e do Perpétuo Socorro e o Santo Terço dos Filhos do Pai Eterno, além do Programa Pai Eterno.

Já as Obras Sociais têm por objetivo acolher crianças, adolescentes, jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social, proporcionando a essas pessoas e suas famílias maior integração com a sociedade, além de evangelizá-las.

Por que se associar?

Ao se associar, o devoto colabora com a evangelização pelos meios de comunicação e com os trabalhos nas Obras Sociais. Além de se cadastrar, a pessoa toma para si a missão de continuar o amor do Pai, na Obra evangelizadora, propagando-o a todas as pessoas.

O devoto associado recebe, mensalmente, uma carta de cunho espiritual, escrita pelo Pe. Robson, para leitura e oração pessoal. A postagem traz ainda testemunhos e brindes esporádicos, além de uma ficha de cadastro, para que o associado convide parentes e amigos a se tornarem membros desta família de amor. A carta também reserva um espaço para que o devoto escreva suas intenções, que deverão ser reenviadas à Afipe, de onde seguirão para as Missas do Santuário e elevadas ao coração do Pai Eterno.