Redentoristas

Iniciativas da Igreja no Regional Centro-Oeste atuam no combate ao trabalho infantil

Igreja sempre atuou nesse sentido, seja por meio de suas pastorais, bem como pelas das dioceses, paróquias e congregações religiosas

A Organização das Nações Unidas (ONU) declarou 2021 como o Ano Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil. O objetivo é que durante todo o ano e de modo permanente, sejam adotadas ações de combate ao trabalho infantil. De acordo com o Ministério Público do Trabalho, a realidade brasileira sobre o trabalho infantil contraria as normas internacionais e constitucional.

Segundo relatório do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o Brasil tem 27 milhões de crianças e adolescentes afetados pelas múltiplas dimensões da pobreza. 61% das nossas crianças e adolescentes são, de alguma forma, prejudicadas pela pobreza, vítimas do trabalho infantil, ou sem acesso à educação, informação, moradia, água e saneamento. Ainda conforme os dados, em 2019, 1,8 milhão de crianças e adolescentes, entre cinco e 17 anos, estavam em situação de trabalho infantil.

A Igreja Católica sempre atuou na defesa dos direitos da criança e do adolescente, seja por meio de suas pastorais, bem como pelas das dioceses, paróquias e congregações religiosas. No Regional Centro-Oeste da CNBB (Igreja em Goiás e Distrito Federal) algumas iniciativas vão ao encontro dessa histórica atuação. Em Aparecida de Goiânia, atua há dez anos no fortalecimento de vínculos sociais e familiares, o Centro Marista Divino Pai Eterno, no bairro Madre Germana I.

O lugar trata-se de uma área de posse de Aparecida de Goiânia com elevado índice de violação de direitos de criança e adolescentes. Por meio do Projeto socioassistencial Jovem Montaigne, o Cemadipe atende, atualmente, 120 crianças e adolescentes, de 9 a 17 anos, sendo 60 crianças e adolescentes no período matutino e 60 crianças e adolescentes no período vespertino.

Além das atividades diretas com crianças e adolescentes, por meio da educação, cultura, esporte e lazer, a instituição atende as famílias nas suas necessidades. “Os adolescentes que passaram pelo Projeto Jovem Montaigne, muitos estão formados e em formação em escolas e universidades de música na capital e em Aparecida de Goiânia, como também em outras áreas de atuação. O projeto, nestes 10 anos de trabalho, conseguiu mudar a história de vida de muitas crianças e adolescentes, e de suas famílias por meio da arte e da educação. Destaque para a Corporação Musical Cemadipe, a qual desde 2010 vem sendo destaque regional e nacional por meio da capacidade musical alcançada por seus músicos, com diversas premiações”, afirmou o diretor do Cemadipe, irmão Davi Nardi.

Obras Sociais Redentoristas

Outras instituições da Igreja também atuam no combate ao trabalho infantil. É o caso das Obras Sociais Redentoristas (OSR) com três centros em Trindade (GO): O Centro Social Pai Eterno (Cespe), o Centro Social Redentorista (CSR), e o Centro São Clemente. Os dois primeiros têm um atendimento no contraturno das escolas.

Durante este tempo de pandemia, a instituição aumentou o reforço escolar. Outros tipos de atendimentos também são desenvolvidos para diversos públicos: oficina de costura, de informática e de cabeleireiro. No CSR há ainda atividades de hidroginástica e de esportes. “O público que nós atendemos de modo geral são da redondeza. Os centros estão em uma parte da periferia da cidade de Trindade e nós tentamos atender o público dessa localidade.

Na pandemia, de modo especial, também temos atuado com a distribuição de refeições pelo menos uma vez ao mês e de cestas básicas às famílias carentes atendidas. Sem a pandemia nós falaríamos de 600 pessoas atendidas por dia nos três centros, mas com a pandemia nós tivemos que restringir o público pela metade”, afirmou Ir Michael Dourado Goulart, CSSR, diretor das Obras Sociais Redentoristas.

Fonte: Regional Centro-Oeste da CNBB


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno