São Vicente Ferrer

São Vicente Ferrer tem uma história curiosa, isso porquê ele se envolveu numa contenda entre os papas de sua época. Vicente nasceu no ano de 1350 na cidade de Valência, na Espanha. Ele foi educado no local e completou os estudos em filosofia quando tinha quatorze anos. Em 1367 entrou na Ordem Dominicana e no ano seguinte foi enviado para a casa de estudos de Barcelona.

Entretanto, na mesma época, a Igreja Católica passa por um impasse entre seus líderes: por influência política, havia um cisma na Igreja: alguns cardeais foi declararam inválida a eleição de Urbano VI como Papa, e foi escolhido Roberto de Genebra que tomou o nome de Clemente VII. As coroas ibéricas procuraram manter-se neutras entre os dois Papas, mas o de Avinhão esforçou-se por conquistar a obediência delas e mandou como seu legado o Cardeal Pedro de Luna. Este procurou o apoio de Vicente, que era jovem e muito estudioso, e ele lhe deu em boa fé e escreveu um tratado sobre o cisma.

Diante deste cenário, São Vicente fez um grande trabalho de evangelização. Ele se tornou dominicano, suas pregações eram intensas e muito carismáticas. São Vicente falava bastante sobre o Juízo Final e a volta de Jesus. Durante suas pregações, muitos milagres aconteciam, além de conversões e sinais da confirmação de Deus nas palavras de Vicente.

São Vicente fez grandes coisas na sua jornada em vida terrena: contribuiu para a eleição do Papa e pôde deixar bem claro, pela sua vida, que a Palavra de Deus precisa ser anunciada com o espírito e com uma vida a serviço da verdade e da Igreja.

Ele foi mm homem que semeava as palavras de Jesus, pregava a penitência, a verdade, a esperança e semeava a fé e a união na espera pela volta do Messias.

 

Santos de Setembro

Ver todos

TV Pai Eterno









Newsletter