Evangelização

Cuidar do planeta também é um ato cristão

Igreja lança campanha chamando os fiéis católicos para preservarem o meio ambiente.

DESTAQUE_CAMPANHA_DA_FRATERNIDADE_2016_02_05_001“Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca.” O trecho bíblico retirado do livro de Amós (5,24) foi escolhido para ser o lema da Campanha da Fraternidade 2016, que traz como tema “Casa comum, nossa responsabilidade”. A escolha caminha junto com a encíclica papal que pede ações rápidas para cuidar da natureza e recuperar o planeta.

De acordo com o Pe. Nilson Maróstica, pároco da Paróquia Santa Genoveva de Goiânia (GO), o objetivo principal é despertar a atenção das pessoas para questões como o saneamento básico no Brasil e um desenvolvimento que proteja o meio ambiente, ao invés de destruí-lo. “Muitos bairros, até mesmo de capitais brasileiras, ainda possuem esgoto correndo a céu aberto. Isso polui e traz muitas doenças para a população”, comenta o padre.

Além da conscientização, a Igreja também pretende utilizar a campanha para mobilizar as comunidades, pessoas de boa vontade e até diferentes expressões religiosas, para promoverem a justiça e o direito ao saneamento básico. Isto vai ser feito a partir de um reconhecimento daqueles bairros, especialmente os mais pobres que sofrem com esta realidade e do acompanhamento da execução dos Planos Municipais de Saneamento.

Padre Nilson destaca que as paróquias e igrejas vão trabalhar na catequese das crianças, adolescentes e adultos para despertar o interesse em cuidar do meio ambiente, por meio de atitudes simples, como a reciclagem, a coleta seletiva e a economia de água, entre outras ações. “É importante perceber que não existe isso de jogar o lixo fora, porque não há fora, tudo fica aqui na terra”, pontua o sacerdote.

Este ano, o tema da Campanha da Fraternidade pretende mobilizar não só a conscientização, mas também atitudes concretas. “Deus nos pede, em Gênesis: ‘Dominai a Terra e todas as suas criaturas’. Mas, isso precisa ser feito com responsabilidade”, afirma o Pe. Nilson. Portanto, preservar o meio ambiente, cuidar dos animais, da água e também daqueles irmãos que vivem no meio da sujeira e do lixo, é um sinal de amor a Deus e a toda sua criação.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno