Evangelização

O processo de formação para a vida religiosa

Pe. Frederico Hozanan fala sobre as etapas a serem seguidas por quem deseja atender ao chamado do Pai.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2016_04_11_002O Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 11, exibiu entrevista com o Pe. Frederico Hozanan sobre o processo de formação de jovens para a vida religiosa. O Missionário Redentorista falou sobre as iniciativas, vivências em cada fase, e ainda deixou uma mensagem especial para aqueles que receberam o chamado do Pai para seguir no caminho da Igreja. (Assista ao vídeo abaixo)

Talitta Di Martino: Quando uma pessoa sente o chamado do Pai Eterno qual a iniciativa ela deve tomar para ingressar no processo de formação?

Pe. Frederico Hozanan: O primeiro passo é tentar responder ao chamado do Pai. Para isso acontecer é importante que a pessoa se abra ao discernimento. Por exemplo, se eu tenho vocação para a vida religiosa ou para a vida sacerdotal, eu preciso buscar uma congregação que eu me identifique para melhor responder os anseios de Deus no serviço missionário.

Talitta Di Martino: No processo de formação tem o noviciado, que é uma etapa muito importante, mas antes dele o pré-novicidado. Qual é a diferença e o que acontece nessas duas fases da formação?

Pe. Frederico Hozanan: O pré-noviciado é o final dessa etapa chamada postulantado, onde os jovens cursam Filosofia, e ao final iniciam o chamado pré-noviciado que prepara imediatamente para o noviciado. Já o noviciado é chamado como coração da formação, que é feita em diversas etapas. O noviciado é o coração, porque é justamente nessa etapa que o jovem se prepara para a vida religiosa, os votos religiosos de pobreza, obediência e castidade.

Talitta Di Martino: O que eles vivenciam nesse momento de noviciado?

Pe. Frederico Hozanan: A etapa do noviciado é muito marcada pela intensa espiritualidade. Nessa etapa, o jovem seminarista não cursa uma faculdade, ele interrompe a faculdade e dedica-se a aprofundar no conhecimento da congregação e também da espiritualidade. Tempo de muita oração.

Talitta Di Martino: Tem alguma idade específica para iniciar?

DESTAQUE_ENTREVISTA_2016_04_11_001Pe. Frederico Hozanan: Para iniciar na vida religiosa já bem antes do noviciado, o jovem inicia no aspirantado, outra etapa. Então, a idade é de 14 anos. O jovem começa cursando o chamado Ensino Médio.

Talitta Di Martino: Na Congregação do Santíssimo Redentor, essa etapa de formação é bem longa e passa por várias etapas. Quantos anos mais ou menos?

Pe. Frederico Hozanan: O jovem pode percorrer um caminho formativo que varia de oito até 11 anos para chegar ao sacerdócio ou para professar perpetuamente na congregação. Isso depende muito de onde a pessoa inicia o seu processo formativo. Se a pessoa inicia muito cedo no aspirantado, vai levar mais tempo, como foi o meu caso, mas se inicia já na faculdade de Filosofia, é um tempo menor de oito anos.

Talitta Di Martino: Qual atitude a pessoa que tem vontade de seguir na vida religiosa precisa tomar? Qual a mensagem o senhor deixa para quem sentiu o chamado e quer vir para a Congregação?

Pe. Frederico Hozanan: A mensagem que eu deixo é para essa pessoa entrar em contato com a Animação Vocacional (62-3505-2696), mas acima de tudo rezar. O Senhor fala na sua Palavra “Pedir, pois ao dono da messe, que envie operários para a messe”. Então, a oração é fundamental. Pedir ao Senhor Deus mais vocações e santas vocações para sua messe.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store