Comunidade

Governos provinciais se reúnem e debatem reestruturação

A expectativa é que até 2022 Fortaleza, Goiás e Recife formem uma única província

Entre os dias 1º e 3 de junho, estiveram reunidos em Recife (PE) os governos das três vice-províncias que se unirão num processo de reconfiguração. Na ocasião, os governos provinciais de Fortaleza, Goiás e Recife trataram de assuntos específicos sobre a união dessas três unidades, que até 2022 formarão uma única província.

A esperança é que a reestruturação, que, por conseguinte desembocará em uma nova configuração das unidades, auxilie os missionários redentoristas a somarem forças na missão e a renovarem o seu Carisma Missionário no mundo. “Sempre nos é recordado que todo esse esforço que estamos realizando é em vista da Missão. E de fato não poderia ser diferente” diz o padre Luiz Vieira, vice-provincial da unidade de Recife.

Se a Igreja existe em razão da missão, para a Congregação do Santíssimo Redentor esse é também seu objetivo no mundo. Portanto, a reestruturação não visa criar facilitações de bem estar para os confrades, irmãos ou padres, ou salvar patrimônios históricos, por mais valiosos e afetivos que eles sejam para os congregados. O objetivo principal é implantar um novo dinamismo no corpo missionário, que tem uma identidade específica dentro da Igreja e que quer e pode oferecer sua contribuição para que o anúncio da Copiosa Redenção continue acontecendo, sobretudo aos pobres mais abandonados do mundo atual.

As reuniões entre os governos devem continuar ocorrendo de forma periódica até o final de 2022, quando se inicia o processo de formação de uma nova província.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno