Especial

Transformados em Cristo

Em artigo, Pe. João Paulo Santos, reitor do Santuário Basílica, fala sobre o Mês da Bíblia

O mês de setembro é celebrado como o mês da Bíblia, em memória a São Jerônimo, cuja festa litúrgica é celebrada no dia 30 de setembro e foi o primeiro tradutor da Bíblia para o latim. Este ano, celebramos os 50 anos do mês da Bíblia.

Cada ano, a Igreja no Brasil propõe um livro bíblico para ser aprofundado. O texto proposto para este ano é a carta de São Paulo aos Gálatas com o lema: “pois todos vós sois um só em Cristo Jesus”. O mês da Bíblia deseja ajudar as comunidades a tomarem consciência do lugar da Palavra na vida dos fiéis. Não que a Palavra de Deus seja importante somente neste período, mas é um momento extraordinário de intensificar nossa relação com a Palavra, sua leitura, escuta e meditação, com o desejo que ela perpasse toda a nossa vida em todos os momentos. Afinal, a Palavra deve ocupar o centro da vida da cada fiel.

A carta aos Gálatas é um texto consistente com uma mensagem profunda sobre o ser humano que, pela fé, é transformado em Cristo. Cada pessoa que adere a Cristo pela fé, passa a um novo estado de vida, morto à Lei mosaica, afim de viver para Deus: “com Cristo fui crucificado. Desse modo, vivo, mas não eu, Cristo vive em mim”.

A Carta mostra que os cristãos pertencem a Cristo graças à obra da salvação realizada por Ele. O ser humano novo vive uma íntima relação com Cristo. Pelo Batismo, cada Cristão é revestido de Cristo. É essa veste nova que nos dá a verdadeira identidade: “não há judeu e nem grego, nem escravo e nem livre, nem homem e nem mulher: porque todos vós sois um só em Cristo Jesus” (Gl 3,28).

 

Pe. João Paulo Santos, reitor do Santuário Basílica


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno