Especial

“Nossas expectativas são as melhores”, afirma reitor da Basílica de Trindade

Pe. João Paulo Santos fala sobre planos para o novo ano

O reitor do Santuário Basílica e presidente da Associação Filhos do Pai Eterno, Pe. João Paulo Santos, falou em entrevista especial ao Programa Pai Eterno, exibido na TV Pai Eterno, sobre os planos e expectativas para o novo ano. Para o reitor, 2021 foi um ano desafiador, e o novo ano será de muito trabalho e renovação diária da fé.

Caíza Portaluppi: Quais as expectativas para 2022?

Pe. João Paulo: “As nossas expectativas são muitas e são boas! É importante a gente lembrar que, 2021 foi um ano muito difícil. Tivemos que enfrentar vários desafios, muitas coisas que planejamos não foram possíveis, até mesmo por causa da pandemia, mas isso não nos fez deixar de sonhar. Eu acho que a gente entra em 2022, com a esperança ainda maior. Desejamos intensificar nosso trabalho de acolhimento dos devotos peregrinos, que recorrem ao Santuário. Temos trabalhado muito. Os missionários estão à disposição deste Santuário, para acolher todos muito bem. Caravanas já estão se organizando, algumas já estão indo para abrir o ano, e tudo isso exige de nós, muita preparação para recebê-los. Portanto, a nossa expectativa para 2022, de acordo com a contenção da Covid-19, é que tenhamos mais possibilidade de nos aproximar, ao menos um pouco mais, daquilo que seria o normal da vida pastoral do Santuário Basílica. Além da nossa grande expectativa, de podermos celebrar a nossa Romaria 2022, presencialmente. O Santuário é composto por vários braços: temos a TV Pai Eterno, as Obras Sociais, a construção do Novo Santuário e, tudo isso, faz parte do mesmo conjunto, da mesma obra de evangelização. Esperamos fortalecer cada vez mais esse nosso trabalho, podendo expandir e fazer com que a TV alcance cada vez mais lares”.

Quais são as medidas de prevenção à Covid-19, adotadas pelo Santuário? Como está o funcionamento?

“Ainda levamos em consideração algumas medidas de contenção, por causa da pandemia. O Santuário está aberto, acolhe os peregrinos, mas estamos tomando todos os cuidados necessários. Então, existem regras ainda, por exemplo: não permitimos que ultrapasse determinado número de pessoas, todos devem ficar sentados, com distanciamento, de modo que, não coloquemos em risco a vida das pessoas. Sabemos que, com a vacinação, estamos tendo uma mobilidade maior, mas mesmo assim exige muita atenção e cuidado. Sempre com o uso de máscaras, higienização das mãos. Enfim, todos os cuidados, pois, também faz parte do nosso trabalho, cuidar da saúde dos peregrinos que vão ao Santuário”.

Para 2022, o Santuário teve alguma mudança na programação e nos horários?

“A nossa programação de missas e novenas continua a mesma. Retomamos os horários de atendimento de confissão, que também continuam os mesmos, de manhã e a tarde. O que temos de novidade é que, este ano, antes do período da Romaria, vamos trabalhar muito, para ver se conseguimos realizar e dar um presente aos devotos do Pai Eterno, que é realizar uma conferência para falar da perspectiva teológica e pastoral da ternura e do amor do Pai Eterno. Queremos fazer um grande congresso, para que as pessoas possam conhecer melhor essa dimensão, para que as pessoas vivenciem uma experiência bem forte, com estudos para entender e sentir a fé. Esperamos que o Pai Eterno nos ilumine, nos abençoe e nos dê forças, para que possamos realizar”.

Como é a experiência de estar sempre tão perto daqueles que têm tanta fé e devoção ao Pai Eterno?

“Somos muito enriquecidos com as experiências de fé que testemunhamos ali no Santuário. Muitas vezes pensamos: “Eu sou padre, estou na reitoria”. Mas no fundo, no fundo, eu acho que a gente recebe muito mais do que doa, porque, as pessoas que vão ao Santuário, têm um sentimento muito profundo, uma confiança, entrega muito grande e generosa ao Pai Eterno. A gente não faz ideia do quanto as pessoas confiam e acreditam no que o Pai Eterno poderá dar a cada uma delas. Isso renova a nossa esperança, a nossa fé, e nosso coração fica abrasado de amor, quando vemos essas experiências de fé que são compartilhadas e vivenciadas no Santuário. E isso é muito normal, basta estarmos ali e conseguimos ver essas expressões de fé e devoção”.

Confira a entrevista na íntegra, no vídeo abaixo:

Fonte: Afipe

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno