Notícias

Dom Rubert: um ano da tragédia de Santa Maria

Neste dia 27 de janeiro o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, […]

Neste dia 27 de janeiro o incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, RS, completa um ano sem a condenação de culpados e sem nenhum dos réus do processo criminal preso. Vários processos correm em diferentes esferas da Justiça do Rio Grande do Sul, mas a demora para apontar os responsáveis pelo saldo de 242 mortes e centenas de feridos causa revolta entre os familiares das vítimas e deixa no ar uma sensação de impunidade.

Segundo a imprensa local, nos dias seguintes ao incêndio, as autoridades concluíram que uma série de erros contribuiu para o resultado trágico. Eles vão desde a superlotação da boate, passando pela imprudência dos músicos no uso de artefatos pirotécnicos impróprios para ambientes fechados até as falhas de fiscalização do poder público, que permitiu o funcionamento de um estabelecimento sem condições de segurança e em situação irregular.

Em memória das vítimas, foram realizadas ao longo desta semana inúmeras atividades envolvendo toda a comunidade de Santa Maria e de cidades vizinhas. O nosso colega Jakcson Erpen conversou com o Arcebispo de Santa Maria, Dom Hélio Adelar Rubert.

 

 


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store