Notícias

Devotos enviam testemunhos de bênçãos recebidas

Você, que também recebeu a sua graça, conte aqui, no Portal Pai Eterno, sua experiência de fé e o amor do Pai.

DESTAQUE_TESTEMUNHOS_II_24_02_2014Histórias de superação de vícios, curas de graves doenças e diversas outras graças recebidas do Divino Pai Eterno são relatadas por devotos de todo o país por meio de milhares de testemunhos já registrados como forma de renovação da fé e agradecimento.

Você, que também recebeu a sua graça, conte aqui, no Portal Pai Eterno, como foi sentir a proteção e o amor do Pai. Acesse a página  Testemunhos, e registre sua  história de fé, descreva como o poder do Divino Pai Eterno se manifestou na sua vida. Leia alguns testemunhos já deixados aqui.

ENVIAR_TESTEMUNHO

Sandra de Fátima Monteiro – São Paulo (SP)

Em 26 março de 2012, sofri uma queda em casa. Segundos os médicos, o caso era grave. Fiquei no hospital tomando medicamento e minha mãe, confiante na intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, aspergia minhas roupas com a água benta e as levava ao hospital. Nós sempre acompanhamos as Novenas e as missas, mas no hospital não havia televisão. Fiquei 24 dias internada e, em 19 de abril do mesmo ano, fui operada do úmero do braço esquerdo. Era um procedimento delicado com risco de perder o movimento do membro. No entanto, me entreguei nas mãos intercessoras de Nossa Senhora e, no dia seguinte ao procedimento, recebi alta. Comecei a fisioterapia e continuei com minhas orações, tomando a água benta após as missas e Novenas. Hoje, consigo movimentar meu braço normalmente e já os ergui diversas vezes em agradecimento por essa graça. Amém!

Maria Aparecida Damázia -Ouro Preto-MG

Há muitos anos, eu sofria com os problemas do meu filho. Ele era viciado no álcool e no cigarro. Mesmo com os conselhos da família, ele não deixava aquela vida. Ele se separou da esposa, se afastou dos filhos e, por muitas vezes, precisou ficar internado por causa da dependência do álcool. Então, passei a acompanhar a Novena dos Filhos do Pai Eterno, pedindo a conversão e libertação de meu filho. Um dia, ele precisou ser internado e ficou muito tempo no hospital. Recorri ao Pai Eterno mais uma vez e supliquei que, a partir daquele momento, ele não voltasse mais para aquele caminho tortuoso. Depois de algumas semanas, ele recebeu alta e, graças ao Pai Eterno, se tornou outra pessoa. Agora meu filho não bebe e não fuma. Ele vai à missa, frequenta as Novenas e trabalha muito. Obrigada! Amém!

Neide Aparecida Batista Marques Moreira – Silvânia-GO

Em junho de 2011, eu estava grávida de quatro meses. Naquele período, a bolsa se rompeu e perdi, praticamente, todo o líquido amniótico. A chance da criança nascer era mínima. Perguntei se poderia tentar levar a gravidez adiante e o obstetra disse que sim, mas seria preciso fazer exames frequentemente, pois as chances do bebê sobreviver era de apenas 10%. Havia, ainda, o risco dela nascer com má formação, não ganhar peso e nem estatura. Minha mãe e eu, devotas do Divino Pai Eterno, começamos a assistir às novenas todos os dias e beber a água benta. Com sete meses, um ultrassom mostrou que o líquido havia voltado ao normal. O médico não soube explicar e disse que aquilo era um milagre. Continuei com minha devoção e repouso absoluto. Com oito meses e meio, minha filha nasceu. Linda e perfeita, ela pesava mais de dois quilos, mas precisou ficar 10 dias na UTI porque o pulmão não estava amadurecido. Hoje, Gabrielly Vitória está com mais de um ano. Obrigada! Amém!

Vera Lúcia Cavalcante de Macedo -Arapiraca-AL

Meu filho, Wellington, de 39 anos, foi usuário de drogas por, aproximadamente, 25 anos. Ele começou aos 14 com bebida alcoólica e, pouco tempo depois, já usava maconha. Infelizmente, eu só percebi quando ele estava com 21 anos e encontrei um pacotinho de droga no bolso de uma bermuda dele. A partir daquele momento, a situação só piorou. Ele, que se preocupava em esconder o vício, passou a dizer que a família tinha que aceitar e, na hora que quisesse, parava. O sofrimento aumentou quando ele começou a usar crack. Ele chegou a trocar as roupas pela droga e perdeu tudo. Comecei a fazer a Novena, confiando no poder do Divino Pai Eterno. E Ele tocou meu filho. Wellington pediu para ser internado em uma clínica de recuperação para dependentes químicos. Ele foi internado e hoje está curado e ajuda, como voluntário, na clínica. Graças ao Pai Eterno, meu filho frequenta as missas e um grupo de oração. Como mãe, estou feliz por meu filho ter nascido de novo. Amém!

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store