Notícias

Atitude cristã desperta sorrisos em pacientes com câncer

Oficina de moda e beleza busca aumentar a autoestima de mulheres.

DESTAQUE_ATITUDE_CRISTA_2015_08_07_008Uma iniciativa que visa o entretenimento e o aumento da autoestima de pacientes que sofrem com os efeitos do tratamento do câncer. O quadro Atitude Cristã, exibido no Programa Pai Eterno desta sexta-feira, 7, mostrou o trabalho de um grupo de voluntárias que promove oficinas de moda e beleza dentro de um hospital em Goiânia. (Assista ao vídeo abaixo)

Tudo começa com um convite carinhoso feito às pacientes. Aos poucos, elas vão sendo conduzidas para um momento de encontro, partilha e também distração e aprendizado. Toda quarta-feira é dia de palestra do projeto “Moda e Beleza”.

“Temos oficina de lenço, maquiagem e dos efeitos colaterais da quimioterapia. Acreditamos que tudo isso é muito importante no andamento do tratamento da paciente”, explica a enfermeira Nadja Maíra.

A equipe do Programa Pai Eterno acompanhou uma oficina de amarração de lenços. Com atenção, as pacientes observam cada volta, cada nó, feito pela voluntária, Walquíria Medeiros. Uma vez por mês, ela tira um tempinho para vir ao hospital ensinar algumas técnicas e maneiras de amarrar os lenços na cabeça. “Quando a gente ensina a amarração de lenços na cabeça e elas olham no espelho e dão aquele sorriso, ele é a gratificação do nosso trabalho”, ressalta.

O objetivo do projeto “Moda e Beleza” é cuidar da autoestima dos pacientes que fazem o tratamento contra o câncer. A palestra de amarração dos lenços, por exemplo, é para amenizar o impacto de um dos efeitos do tratamento quimioterápico que é a queda dos cabelos. Além de aprender e ganhar brindes, o tratamento não é interrompido. Elas participam do momento enquanto tomam a quimioterapia.

DESTAQUE_ATITUDE_CRISTA_2015_08_07_006Momento de descontração

A paciente Marta Rosa Fernandes Rocha faz o tratamento há pouco mais de seis meses e conta que foi com as palestras da Walquíria que ela aprendeu a amarrar os lenços: “Muito bom para a autoestima da gente. Vemos outras pessoas com o mesmo problema da gente. Conversamos, distraímos, esquecemos os problemas. Eu gosto muito!”.

No caso da Benedita Lúcia Lopes Souza, é a primeira vez que ela está fazendo a quimioterapia. Acabou de iniciar o tratamento e já aprovou a iniciativa. “A gente vê que não estamos sozinhas. Observamos as ações das outras pessoas e vemos que isso não é nada demais. Conseguimos vencer. Quando a gente vem pela primeira vez, as incertezas são tantas e percebemos que vamos chegar lá”, pontua.

A garçonete Expedita Araújo é quem ajuda a Walquíria nas palestras. Voluntária há seis meses, ela garante que é um trabalho gratificante: “Elas não sabem o tempo que ganhamos aqui. Eu trabalho a noite e, para mim, acordar cedo e vir para cá, é uma forma de fazer algo realmente bom para alguém. É muito satisfatório”.

Essa é mais uma atitude cristã que torna o tratamento dessas pacientes mais ameno. Em meio às dificuldades, sobra um tempinho para aprender coisas novas, compartilhar experiências e muitos sorrisos. Afinal não se pode perder a fé e a esperança de que o Pai Eterno tem um melhor para cada uma delas.

O Programa Pai Eterno vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store