Catequese

A importância da perseverança na oração

Pe. Rafael utiliza os exemplos de Santa Mônica e Santo Agostinho para falar sobre o tema.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2016_08_22_002O Programa Pai Eterno, desta segunda-feira, 22, exibiu entrevista sobre a perseverança na oração. O bate papo foi com o pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, Pe. Rafael De La Torre Vargas, que utilizou os exemplos de Santa Mônica, celebrada dia 27 de agosto; e Santo Agostinho, no dia 28. (Assista ao vídeo abaixo)

Douglas Branquinho: Padre, antes de entrarmos nesta questão da perseverança da oração, nos conte um pouco sobre a história de Santo Agostinho e sua mãe, Santa Mônica.

Pe. Rafael: Quase não dá para separar a mãe do filho, e o filho da mãe. Mônica, é tudo para Santo Agostinho. Toda a inspiração, adoração para ele. Ela tinha mais filhos, mas Santo Agostinho, talvez por ser o mais inteligente, precisava de mais cuidado. Ela sempre esteve atrás de Agostinho, cuidando, às vezes até incomodando Santo Agostinho. Mas foi a oração, a perseverança de Mônica que deu este resultado. Então, fica satisfeita Mônica porque a oração dela teve esse efeito, foi aceita por Deus. A emoção que teve Agostinho de se entregar a Deus foi totalmente e mais do que esperava Mônica. Ela queria que seu filho fosse um bom cristão.

Douglas Branquinho: Como que o exemplo de Santa Mônica nos traz essa questão da importância da perseverança na oração?

DESTAQUE_ENTREVISTA_2016_08_22_001Pe. Rafael: É um carisma de Mônica, um dom de Deus, ela ser uma mulher de oração. Tinha essa capacidade contemplativa de ver a Deus em tudo o que acontecia em sua vida. E, todas as necessidades ela colocava através da oração nas do Divino Pai Eterno.

Douglas Branquinho: Qual é o conselho que o senhor dá para as pessoas para que elas consigam reservar um tempo dentro da sua rotina para a oração, já que é algo de extrema importância?

Pe. Rafael: Eu sempre falo que o que não se agenda, não se faz. Então, temos que priorizar a oração e dedicar um tempo, mas um tempo bem concreto e específico, pode ser a pela manhã, tarde ou noite. Temos que fazer parte de alguma comunidade. Temos aqui na paróquia o movimento das mães Mônica, mas que estão rezando e perseverando pelos seus filhos. É um grupo de sete mães, que se reúnem todos os dias e rezam cada uma pelos filhos das outras. Assim, fazem a perseverança na oração em comunidade. Umas ajudando as outras, rezando pelas outras.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store