Catequese

Martírio de João Batista: coragem de assumir a missão dada por Deus

Pe. Vitor Simão falou sobre o tema em entrevista no Programa Pai Eterno. Confira!

DESTAQUE_ENTREVISTA_2016_08_29_002No dia 29 de agosto, a Igreja recorda o Martírio de São João Batista. Este foi o tema da entrevista exibida no Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 29. O entrevistado foi Pe. Vitor Simão, pároco da Paróquia São João Batista, em Aparecida de Goiânia (GO). O sacerdote contou a história e a importância de João Batista para os católicos. (Assista ao vídeo abaixo)

Douglas Branquinho: Quem foi São João Batista?

Pe. Vitor Simão: São João Batista tem essa importância na vida da Igreja, na história da salvação. Foi ele quem apresentou os caminhos do Senhor e foi ele, com humildade, simplicidade soube reconhecer o seu lugar apontando sempre o cordeiro de Deus, por isso, é também um santo importante no calendário litúrgico. Por isso, celebramos as duas datas, o seu nascimento, 24 de junho, e a data do seu martírio, portanto a sua morte, em 29 de agosto.

Douglas Branquinho: Como se dá o martírio? Quais foram as circunstâncias?

DESTAQUE_ENTREVISTA_2016_08_29_001Pe. Vitor Simão: O seu martírio é a consequência do cumprimento da sua missão. João Batista foi enviado para que todos pudessem se conhecer e preparar para a vinda do Messias. João Batista denunciou o pecado do governador da Galileia, Herodes Antipas, foi preso pela perseguição do governador e, depois, em uma ocasião de uma festa na casa do governador, a cunhada de Herodes, que então foi pega em relação com ele, que coloca Salomé, a sobrinha, para dançar nesta festa. Salomé agrada aos convidados de Herodes, que dá a oportunidade para que ela possa fazer um pedido, que ele atenderia ao pedido. Em vingança, à denúncia de João Batista, ela pede sua cabeça em um prato.

Douglas Branquinho: Qual era o exemplo que São João Batista nos deixa?

Pe. Vitor Simão: Exatamente o exemplo de assumir com coragem essa missão dada por Deus. Sobretudo no tempo que vivemos, com tantas dificuldades, em tantos conflitos, é preciso que nós enquanto cristãos, aqueles que conhecem a Palavra do Senhor, foram alcançados pelo amor do Senhor, possamos todos nós também denunciar e viver a graça de Deus, antes viver, e depois, com o testemunho e com palavras, denunciar o pecando onde estiver e sem medo das consequências, pois o martírio é o sinal da glória de Deus. Não é o final trágico, mas a manifestação da glória de Deus na vida da pessoa.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store