Catequese

A posição católica diante das dificuldades do Brasil

Próximo a data da Independência do Brasil, 7 de setembro, Pe. Jesus Flores fala sobre atual situação do país.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2016_09_05_002Sete de setembro é o Dia da Independência do Brasil. Este foi o tema abordado na entrevista do Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 5. Quem falou sobre o tema foi o Missionário Redentorista Pe. Jesus Flores. Ele destacou como os cristãos devem se posicionar neste momento difícil que o país está passando e também ressaltou a importância do voto nas próximas eleições. (Assista ao vídeo abaixo)

Talitta Di Martino: Padre, qual a avaliação geral que o senhor faz do nosso país neste momento em que vivemos?

Pe. Jesus Flores: O Brasil vive uma situação de crise profunda e é um momento que deve exigir uma reflexão por parte de todas as pessoas responsáveis, pois não se sai de uma crise como esta sem uma grande reflexão e sem também uma grande responsabilidade. Não é brincadeira a situação que nós vivemos hoje, estamos em uma situação de calamidade pública.

Talitta Di Martino: Como um cristão católico deve se comportar diante dessas dificuldades?

Pe. Jesus Flores: Primeiro deve-se conhecer a realidade e saber atribuir a cada um a sua parcela de responsabilidade e depois ter coragem de assumir a sua parcela de responsabilidade. Teremos eleições neste ano. É hora de saber escolher em quem vamos votar nessa hora. Dizer que no Brasil não há algumas pessoas que sejam éticas, que mereçam o nosso voto não é justo. Então, há pessoas que merecem o nosso voto, mas não se pode votar de qualquer modo, não se pode vender o voto. É preciso saber votar como forma de sair desse buraco em que nós estamos.

Talitta Di Martino: Esse momento de celebrar a independência desperta um patriotismo nacional. Sabemos que a Igreja sempre está envolvida ajudando os fieis a discernirem diversas situações. Como ela tem agido para ajudar as pessoas a passarem por esses momentos?

DESTAQUE_ENTREVISTA_2016_09_05_001

Pe. Jesus Flores: Ninguém pode pensar em salvação eterna, se não pensa também na responsabilidade social e também na sua responsabilidade para com o próximo. Não dá para praticar amor para com Deus se eu não pratico amor para com o meu próximo e se eu não tenho compromisso para com o meu próximo. Não apenas um caso aqui, um caso ali, mas uma responsabilidade social com todos, uma responsabilidade que abrange a sociedade como um todo.

Talitta Di Martino: Padre, qual conselho o senhor pode dar para celebrarmos esse momento de independência e sobre como devemos nos envolver com as questões sociais, políticas e econômicas do país?

Pe. Jesus Flores: Não podemos entregar a política do Brasil apenas aos políticos. O Brasil somos nós, somos responsáveis pelo Brasil. É preciso tomar o Brasil em nossas mãos para que assim possamos salvar o país. Político não salva o Brasil, não salva a pátria. É preciso que o povo brasileiro tome o país em suas mãos para que ele seja salvo. Oração, trabalho, presença e participação são muito importantes.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno