Você sabe rezar o Terço?

  13 de março de 2019 • 16h29 • Atualizado em 18/03/2019 • 09h48

Uma das orações católicas mais conhecidas é a do Santo Terço. Ele pode ser rezado de várias formas formas: terço da misericórdia, terço bizantino e, a mais conhecida, o terço mariano. Segundo padre Rafael Oliveira, da Arquidiocese de Goiânia, a tradição do Santo Terço começou de forma popular, entre os anos 800 e 900. “Na época as missas e orações eram feitas em latim e as pessoas, especialmente as mais humildes, não entendiam o que estava sendo rezado, então para acompanhar rezavam repetindo a oração do Pai Nosso e Ave-Maria”, explica.

Padre Rafael também conta que a devoção popular ganhou força e, por volta do ano de 1500, a Igreja Católica sistematizou esta oração para que todos pudessem rezar também. “Os mistérios do Santo Terço são uma forma de contemplar e rezar sobre os principais momentos da vida de Jesus, da sua anunciação até a glória”, afirma.

Mistérios

O Santo Terço contempla quatro mistérios: gozosos, luminosos, dolorosos e gloriosos. Os mistérios luminosos foram instituídos pelo Papa João Paulo II em 2002. “Passando da infância e da vida de Nazaré à vida pública de Jesus, a contemplação nos leva aos mistérios de Cristo e à luz. Ele é ‘a luz do mundo’. Mas esta dimensão se manifesta sobretudo nos anos da vida pública, quando anuncia o Evangelho do Reino”, disse o Papa João Paulo em Carta Apostólica na época.

Além disso, a Igreja Católica recomenda que cada mistério seja rezado em dias específicos da semana, cada mistério recorda cinco momentos da vida de Jesus, cada dezena de Ave-Marias homenageia este momento. “Os mistérios gozosos costumam ser rezados na segunda-feira e no sábado, para lembrar o dia de Nossa Senhora na Igreja; os luminosos são rezados na quinta-feira para lembrar a instituição da eucaristia por Jesus na última ceia; na terça e sexta-feira são rezados os mistérios dolorosos, para recordar a Sexta-feira da Paixão e, por fim, os mistérios gloriosos na quarta-feira e no domingo, para celebrar a ressurreição de Jesus Cristo”, explica Pe. Rafael.

Momentos lembrados em cada mistério do Santo Terço:

Segunda-Feira e Sábado: Mistérios Gozosos ou das Alegrias
1. Anunciação do Anjo Gabriel a Maria;
2. Visita de Maria à sua prima Isabel;
3. Nascimento de Jesus em Belém;
4. Apresentação de Jesus no Templo e Purificação de Maria;
5. Encontro de Jesus no templo entre os doutores da Lei.

Terça e Sexta-Feira: Mistérios Dolorosos
1. Agonia de Jesus no Horto das Oliveiras;
2. Flagelação de Jesus;
3. Jesus é coroado de espinhos;
4. Jesus carregando a Cruz (Subida dolorosa ao Calvário);
5. A Crucificação de Jesus.

Quarta-Feira e Domingo: Mistérios Gloriosos
1. A Ressurreição de Jesus;
2. Ascensão de Jesus nos Céus;
3. A descida do Espírito Santo sobre os apóstolos em Pentecostes;
4. A Assunção de Maria aos Céus;
5. Coroação de Maria, como Rainha dos Céus.

Quinta-Feira: Mistérios Luminosos
1. Batismo de Jesus no rio Jordão;
2. Auto-revelação de Jesus nas Bodas de Caná;
3. Jesus anuncia o Reino de Deus, com o convite à conversão;
4. Transfiguração de Jesus;
5. Instituição da Eucaristia.

Acompanhe o Santo Terço dos Filhos do Pai Eterno na TV Pai Eterno durante esta semana, às 22h30. Confira a programação diária da TV neste link.

Pollyana Reis
Jornalista Afipe

Veja Também