Notícias

Tempo seco exige mais cuidado com saúde

Saiba quais são os cuidados necessários para prevenir as doenças típicas desta época

O calor escaldante incomoda e a umidade do ar despenca e fica bem abaixo do ideal. Neste período do ano, o tempo seco castiga muitos estados brasileiros. Nesses meses, a população deve tomar ainda mais cuidado com a saúde, pelos padrões da OMS, Organização Mundial da Saúde, a umidade ideal é de 60%. Mas facilmente registramos índices abaixo dos 20%.

A dona de casa Andressa Cândida tem três crianças em casa e sabe como este período é sofrido. “Fica difícil para respirar, as crianças sofrem muito com problemas de garganta e de respiração”, conta.

De acordo com a médica imunologista, Dra. Aline Maria Gomes, as crianças estão entre os grupos que mais sofrem. Com a baixa umidade, as mucosas dos olhos, da boca e do nariz ficam ressecadas. “A gente atende muitos casos. A maioria até com necessidade de internação, principalmente quando se trata de crise de asma. Então, é sempre importante buscar maneiras de prevenir o desenvolvimento dessas doenças”, explica.

Entre os problemas mais comuns estão rinite, sinusite, pneumonia e asma. A procura por atendimento médico para problemas respiratórios aumenta. “Os principais problemas que aparecem no hospital nesta época são devido ao tempo seco, à baixa umidade do ar, entre eles as crises de bronquite, asma, problemas de pele, nariz entupido e também as crises de amidalite”, pontua Dra. Aline.

Prevenção

Alguns cuidados podem ser tomados em casa pra diminuir os efeitos do tempo seco, por exemplo: evite locais com aglomeração de pessoas e mantenha os ambientes limpos e arejados. Além disso, o uso de umidificadores de ar é indicado por curtos períodos para que não haja proliferação de mofo no ambiente. Já o ventilador é bom nem ligar. “O ideal é não utilizar o ventilador, porque ele faz o ar circular e consequentemente vai fazer a poeira circular, ou seja, as pessoas vão respirar o ácaro, o mofo, o bolor tudo que está no ambiente. Então, o ideal é não utilizar o ventilador. No caso do ar-condicionado, atualmente existem aparelhos modernos com filtros que limpam mais de 90% do ambiente, então o ideal é evitar colocá-lo em temperaturas muito frias e fazer a limpeza desse filtro a cada duas ou três semanas”, aconselha a médica.

A poluição das grandes cidades atrapalha ainda mais. E o próprio ser humano contribui para que a condição do ar fique ainda pior queimando a vegetação. Enquanto o tempo seco predomina, cada um busca aliviar o desconforto como pode. “Eu procuro aumentar a hidratação das crianças, evitar contato com excesso de poeira e à noite colocar uma bacia com água no quarto para melhorar a respiração deles”, conta Andressa.

É importante ressaltar que, com o tempo seco, o período recomendado para a prática de atividades físicas é antes das 10 da manhã e após as cinco da tarde. Não se esqueça de sempre usar roupas leves e incluir frutas e verduras nas refeições. A hidratação deve ser reforçada nas crianças, com a ingestão de bastante líquido.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno