Em maio, a Jornada de Oração e Missão pela Paz da CNBB é dedicada aos refugiados

Jornadas são um convite para contribuir, especialmente, com a oração que é uma das formas mais significativas de colaborar com o trabalho missionário

A Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que sofre (ACN) promovem, em maio, a Jornada de Oração e Missão pela Paz, dedicada àqueles que sofrem com as inúmeras guerras em torno do globo – os refugiados de guerra.

“Que nosso olhar se compadeça de tantos homens e mulheres, de todas as idades, que precisam sair de suas casas para buscar um lugar de paz e segurança. Há muito sofrimento no coração dessas pessoas, na história dessas pessoas e o sofrimento aumenta mais quando, em lugares onde esperam ser recebidos e acolhidos, há hostilidade”, diz o assessor da Comissão para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da CNBB, Pe. Daniel Rocchetti.

Ele explica que a Jornada de Oração e Missão pela Paz do mês de maio, contempla justamente as duas faces da moeda: “Os corações despedaçados de pessoas que deixam suas casas por causa das guerras; e a abertura do coração para acolher essas pessoas, dar-lhes suporte”.

O vídeo produzido para essa edição da Jornada de Oração e Missão relembra que o Papa Francisco tem constantemente refletido sobre essa realidade, uma vez que aumentaram as multidões de pessoas que deixam seus países e suas tradições, por conta da guerra em seu território.

“Rezemos, portanto, nesse primeiro dia de maio e durante todo o mês, pelos refugiados de guerra e tenhamos a coragem de acolher aqueles que vem pedir exílio em nosso país, o Brasil”.

Confira o vídeo:

 

Jornada de Oração e Missão pela Paz

As jornadas são um convite para contribuir, especialmente, com a oração que é uma das formas mais significativas de colaborar com o trabalho missionário. De acordo com a comissão, a Jornada de Oração e Missão pela Paz faz parte de uma série que coloca o valor da oração como “agir missionário” e propõe que cada cristão católico dedique um tempo do dia, para rezar por determinado país ou causa.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno