Andamento

Parte não visível garante a sustentação de toda obra

As fundações construídas são a base de todo o complexo que acolherá os romeiros do Pai Eterno

Com a pandemia, a construção do Novo Santuário, em Trindade (GO), tem seguido à risca todas as recomendações, buscando conciliar o bom andamento da obra com a saúde dos colaboradores. O trabalho continua a todo vapor e diversas etapas já foram finalizadas. Muitas delas, como as fundações, são ocultas aos olhos de quem aprecia, mas fundamentais para a estruturação do complexo que acolherá romeiros do Divino Pai Eterno. 

Na construção do Novo Santuário, o coordenador de projetos da obra, o engenheiro Marcos Vinícius Martins Rezende, explica que foram utilizados dois tipos de fundações: “Nas regiões onde existe uma capacidade de suporte do solo em uma cota mais alta, fizemos uso de fundações rasas como a sapata, que é um bloco de fundação que fica por volta de cinco a sete metros abaixo do nosso térreo. Chamamos de fundação rasa porque não é preciso escavar muito para chegar a um solo resistente o suficiente para sustentar grandes cargas”. 

Ele acrescenta que, em outras regiões, onde não há um solo tão resistente em uma profundidade rasa, foi preciso escavar mais e recorrer ao uso de estacas raiz. “Elas são uma das soluções quando é preciso atingir uma camada mais resistente que está mais profunda. Temos algumas dessas estacas que vão até 25 metros de profundidade abaixo do nosso nível térreo. E para coroar essas estacas, que são como pilares enterrados, são feitos alguns blocos de fundação”, complementa Marcos Vinícius. 

Cuidados 

A complexidade de execução desse trabalho exige muito cuidado em cada procedimento, como a escavação do terreno, das estacas, a perfuração, a utilização de perfuratrizes, entre outros. 

“Isso precisa ser feito de uma maneira controlada para garantir o confinamento das fundações. É um processo bastante moroso, que requer bastante cuidado e controle de qualidade, assim como todos os outros processos de construtivos. Então, demanda muito tempo, muita atenção e muito volume de concreto e aço, que basicamente são os materiais que compõem essas fundações”, finaliza.  

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno