Romaria de Trindade: devoção que atravessa gerações

A Festa

O dia da grande Festa do Divino Pai Eterno é o primeiro domingo do mês de julho de cada ano. Durante os nove dias que o antecedem, são celebradas missas e novenas; ocorrem encontros de jovens; acolhimento aos carreiros do Divino Pai Eterno (procissão dos carros de boi), foliões, tropeiros, e outros devotos.

Ao todo, são realizadas cerca de 100 missas e mais de 46 novenas, além de procissões, batizados, vigílias, alvoradas e confissões. Por cauda da pandemia da covid-19, em 2020, a Festa foi cancelada e em 2021, ela acontece no formato virtual, com celebrações sem a presença de fiéis. Em 2019, última vez em que a Romaria foi realizada de forma presencial e no formato tradicional, cerca de 3,2 milhões de pessoas passaram pela Romaria durante os dez dias de festa. Além disso, antes da pandemia, a cidade chegava a receber mais de 6 milhões de visitantes ao longo do ano.

A tradição mais conhecida é a caminhada pela Rodovia dos Romeiros (GO-060), quando muitos devotos percorrem, a pé, o trajeto entre os municípios de Goiânia e Trindade, chegando até o Santuário Basílica (aproximadamente 18 km), como forma de pagar promessas, pedir graças e agradecer bênçãos alcançadas. Os peregrinos também partem de outras cidades e estados.

História da Devoção

Com mais de 180 anos, a devoção ao Divino Pai Eterno, em Trindade, teve início por volta de 1840. A história narra que o casal Constantino e Ana Rosa Xavier encontrou, enquanto trabalhava na lavoura, um Medalhão de barro de aproximadamente 8 cm com a estampa da Santíssima Trindade – Pai, Filho e o Espírito Santo – coroando Nossa Senhora. Eles beijaram a Imagem, levaram-na para casa e a colocaram em um altar. Com isso, deram início à oração do terço em família e depois também com os vizinhos. A notícia rapidamente se espalhou, juntamente com uma sucessão de milagres.

Segundo a tradição, após algum tempo, Constantino Xavier dirigiu-se a Pirenópolis (GO), a mais de 120 km de distância de Trindade, para restaurar o Medalhão encontrado. No entanto, ao invés disso, o artista plástico Veiga Valle fez uma Imagem, em madeira, de aproximadamente 30 cm. Sem dinheiro para pagar pelo objeto sagrado, Constantino deixou o próprio cavalo em troca da Imagem e voltou à pé para Trindade, tornando-se, assim, o primeiro romeiro. Ele foi recebido em festa por todos da cidade e, naquele momento, surgiu também o motivo da tradicional peregrinação ao Santuário.

Desenvolvimento

Trindade é hoje um dos maiores pontos turísticos religiosos do País e uma das cidades brasileiras que mais atraem peregrinos. A Romaria de Trindade, hoje, é considerada o maior evento religioso do Centro-Oeste, segundo do Brasil e a maior Festa do mundo dedicada ao Divino Pai Eterno. A devoção ao Divino Pai Eterno, que existe há mais de 180 anos, nasceu, se consolidou e tem crescido a partir de Goiás. Assim, há um fortalecimento da própria história goiana e da tradição que tem atingido todo o Brasil e até outros países. Trindade apresenta, nos âmbitos nacional e internacional, a cultura, religiosidade, atrativos e potencialidades do estado.

Romarias

Romaria 2018

Ver

Romaria 2019

Ver

TV Pai Eterno

Galeria de Fotos

Solenidade do Divino Pai Eterno (04/07/2021) – 8h

Missa pelos carreiros e muladeiros (03/07/2021) – 17h30

Novena Solene (03/07/2021) – 15h

ver todas

RELACIONADAS