Mudança de vida por gratidão ao Divino Pai Eterno

  14 de maio de 2018 • 11h35 • Atualizado em 15/05/2018 • 10h30

O Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 14, mostrou a história de mudança de vida da devota Naira Ferreira Braga. Ela e seu esposo mudaram de Brasília (DF) para Trindade (GO) com a intenção de ficarem mais perto da devoção. Com um histórico de muita gratidão, eles seguem firmes na fé e se dedicam à evangelização dos amigos. (Assista ao vídeo abaixo)

“Eu queria um lugar calmo, que eu pudesse ficar bem perto do Pai Eterno refletindo e agradecendo por tantas graças que eu já recebi dele. Eu, minha família e meus amigos. Então, aqui é uma oportunidade de vida melhor para idosos, principalmente”, comentou Naira.

A casa do casal fica a menos de 100 metros da Igreja Matriz do Divino Pai Eterno. “Isso foi o Pai Eterno que me trouxe. Ele que trouxe e me arrumou essa casa, porque Ele é muito bom, maravilhoso”, contou.

Naira Ferreira foi uma das primeiras pessoas a se cadastrarem à Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe). “Para mim, é gratificante, pois é através da Afipe que muitas pessoas estão sendo evangelizadas. Além, da construção do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, que vai ajudar muito o povo. Então, é muito importante a gente colaborar”, disse. Ela contou ainda que já conseguiu muitos amigos associados também: “Lá em Brasília arrumei muita gente e até hoje todos são colaboradores”.

Tanto em casa, quanto na igreja, ela e o esposo fazem questão de rezar sempre. “Guardo lembranças de várias bênçãos, mas ano passado eu tive câncer, descobri em março que eu estava com um nódulo e em abril eu fiz a biopsia, o resultado deu maligno. Em maio, tirei e a cirurgia foi um sucesso. Com as graças do Divino Pai Eterno eu estou curada! É o Divino Pai Eterno agindo na minha vida”, declarou.

Veja também:

A aposentada contou que quando ainda trabalhava, as pessoas pediam orações quando ela contava que ia para Trindade: “Os professores chegavam em mim e perguntavam se eu viria para Trindade. Eu diria que sim e eles pediam oração, diziam precisar de uma graça. Eu levava o nome deles, rezava. E depois vinham todos chorando, me agradecendo, dizendo que tinham recebido a graça”.

De Trindade, ela disse que não pretende sair mais. Tornou-se uma trindadense de coração, corpo e alma. “Eu não pretendo mais voltar para Brasília. Eu amo Trindade, amo o povo de Trindade, do meu Pai Eterno”, concluiu.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Fonte: Afipe

Veja Também