Notícias

Trabalho e dedicação às crianças

Apaixonada pelo que faz, estagiária do Cespe se dedica ao máximo nas aulas de Educação Física.

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_TXT_2014_10_08No próximo domingo é celebrado o Dia das Crianças e ninguém melhor para falar sobre elas do que os profissionais que se dedicam a cuidar e educar os pequenos. O Programa Pai Eterno exibido nesta quarta-feira, 8, mostrou como são as experiências de vivência com os filhinhos do Pai Eterno. O destaque foi do quadro Em Nome da Vida. (Assista ao vídeo abaixo)

“Eu amo o que eu faço! Desde pequena sempre gostei da área de esporte e não tem porquê, eu simplesmente amo, gosto de verdade”, contou a estagiária Rafaella Camargo Pereira.

Ajudar o próximo é um ato de fé e amor. Algumas pessoas dedicam o próprio tempo e conhecimento para promover oportunidades a quem precisa. Quando esse trabalho é dirigido às crianças, a dedicação é especial, já que eles são o futuro da nossa sociedade.

Nas Obras Sociais Redentoristas, em especial no Centro Social Pai Eterno (Cespe), em Trindade (GO), existem muitos voluntários. Gente que se doa pelo bem das crianças. A Rafaella, por exemplo, é estudante de Educação Física e dá aulas de futsal, natação e Educação Física.

Entre um toque de bola e outro, ela contribui para a formação das crianças e também com a própria formação profissional e pessoal. Esse tipo de ação social, por meio do esporte, é um importante instrumento de cidadania.

“Desde quando eu comecei a trabalhar aqui, eu estou me surpreendendo, pois recebemos o aluno com mau comportamento e devagar a gente vai trabalhando isso, falando que na aula a gente não aceita esse tipo de comportamento e sempre falando para eles que o que aprendem aqui tem que levar para dentro de casa”, ressaltou Rafaella.

As maiores beneficiadas são as crianças, que aprovam o trabalho dela. Para Judson Levi Cordeiro, 12 anos, a aula de futsal é a melhor. “Eu acho muito bom jogar bola, brincar de pique-esconde também”, disse.

Veja também: 

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_TXT_02_2014_10_08O futuro zagueiro Fernando José da Silva Filho, 10 anos, reconheceu o esforço dedicado a formação deles: “Eu gosto muito da aula da professora, ela é muito boa”.

Já o Paulo Henrique Rodrigues, 12 anos, tem alguns motivos especiais pra gostar da aula. “Eu frequento aqui desde pequeno. Eu gosto daqui porque ela ensina bem e ela é bonita”, brincou.

Quem se envolve em ações voltadas ao desenvolvimento de crianças, se dedica, na verdade, também às famílias. Um trabalho que só dá alegria. “Acho incrível este trabalho feito pelo Cespe. Tem mães que não tem onde deixar os filhos e trazem. Aqui ele é bem cuidado, tratado e alimentado”, concluiu Rafaella Pereira.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store