Assistência

Pequeno Cotolengo: amor e acolhimento no Paraná

Instituição acolhe pessoas com deficiências que foram abandonadas por suas famílias

No Brasil, além dos missionários redentoristas que cuidam da Vila São Cottolengo, em Trindade (GO), há outras instituições que oferecem trabalhos parecidos e estão presentes em vários estados brasileiros. Uma delas é a Pequeno Cotolengo, em Curitiba (PR), fundada em 1965.

Seguindo os ideais de seu fundador, São Luis Orione, o local acolhe pessoas com deficiências múltiplas (físicas e intelectuais) de todas as idades e de qualquer região do estado do Paraná, que foram abandonadas por suas famílias, sofreram maus tratos ou viviam em situação de risco. São mais de 200 assistidos que recebem acolhimento, educação e saúde, tudo feito com muito carinho para oferecer qualidade de vida a cada um deles.

Uma grande família

Cerca de 500 funcionários atuam no local e, segundo o diretor presidente, Pe. Renaldo Amauri Lopes, todos são uma verdadeira família. “Aqui, considero todos como meus filhos. Um dos lemas do nosso fundador é que devemos ser a vivência do Evangelho, então isso nos motiva a cumprirmos nossa missão com amor e dedicação”, completa.

Todo o atendimento realizado pelo Pequeno Cotolengo é gratuito e a instituição se mantém com o apoio de empresas e de toda a sociedade. Os prêmios recebidos pela instituição, entre eles o Selo Portal da Transparência e dois Selos ODM (Objetivos do Milênio) concedido pela ONU, certificam que o trabalho prestado está sendo feito com seriedade e construído com o apoio de toda a sociedade.  


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno