Hallel de Franca tem Visita da Imagem Peregrina do Divino Pai Eterno

  12 de setembro de 2018 • 10h39 • Atualizado em 14/09/2018 • 11h11

Mais um ano a Imagem Peregrina do Divino Pai Eterno marcou presença no Hallel de Franca (SP), o maior festival de música católica do país. Centenas de pessoas participaram do evento, marcado por momentos de oração e muito louvor a Deus. A equipe do Programa Pai Eterno esteve por lá e mostrou como a Imagem foi bem acolhida. (Assista ao vídeo abaixo)

Quem conduziu a Imagem durante a Santa Missa foi o Missionário Redentorista, Pe. Natalino Martins. “A visita da Imagem Peregrina do Divino Pai Eterno é um grande legado de tradição católica e trazê-la aqui é uma responsabilidade grandiosa, pois em todos os lugares que nós vamos, nos deparamos com devotos, associados, pessoas que estão comungando de uma comunhão maravilhosa, uma tradição que emana do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, de Trindade”, declarou o padre.

O Hallel acontece há 32 anos e é motivo de orgulho para a fundadora do movimento, Maria Theodora Lemos Silveira. “Nós abrimos a Palavra de Deus em que Jesus fala: ‘Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho’. Não sabíamos como seria o Hallel, nem tinha este nome, mas a gente sabia que era para anunciar Jesus Cristo”, disse.

Segundo ela, “Eucaristia, Vocação do Laicato” foi o tema deste ano, que mostrou a importância do leigo na vida em comunidade. “A Eucaristia é Jesus vivo, a nossa vida é Jesus vivo e ressuscitado. O sentido da nossa vida é esse encontro com ele. E é isso que nos leva a ter um encontro muito intimo com Jesus. Por isso, o tema”, completou.

Um dos momentos marcantes foi a chegada da Imagem Peregrina do Divino Pai Eterno no altar. Quem esteve por lá, se emocionou. Suzana Batista de Andrade, de Franca (SP) disse que conheceu a devoção pelos meios de comunicação. “A fé, que é transmitida pelas redes de comunicação é importante e chega a milhões de famílias. Aqui em Franca e região, as pessoas participam porque não conseguem chegar lá. A primeira vez que vim no Hallel eu nem era católica, e hoje eu estou aqui servindo na minha fé, praticante. É muito importante que o jovem tenha conhecimento do que existe dentro da Igreja” , contou.

Veja também:

Dom Paulo Roberto, bispo de Franca, afirma que a devoção ao Pai Eterno cresceu muito em Franca. “Foi depois que a Associação Filhos do Pai Eterno começou a divulgar pelos meios de comunicação. Não era tão forte, mas cresceu muito aqui no interior do Estado de São Paulo, na nossa Diocese de Franca, e a presença dos padres, da Imagem, tem aumentado muito este carinho e amor. Agradecemos muito”, ressaltou.

Adener Almeida dos Santos, devoto de Miguelópolis (SP), esteve na celebração e disse que não perde um Hallel. “No primeiro ano que eu vim, me ajudou muito a discernir minha vocação. Então, é edificante, e é o primeiro ano que estou vindo como leigo e se Deus quiser virei como consagrado”, contou.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Fonte: Afipe

Veja Também