Devoção

Leigos: trabalho e dedicação na Romaria de Trindade (GO)

No Ano do Laicato, o tema da Festa valoriza e reconhece a dedicação de quem serve a Igreja.

Neste ano, a Tradicional Festa em Louvor ao Divino Pai Eterno, em Trindade (GO), tem o tema “Pai Eterno, somos Teus filhos”, elaborado e proposto em menção ao trabalho prestado pelos leigos na Igreja e conforme o Ano do Laicato, proclamado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Os dez dias de Festa contam com o trabalho de centenas de leigos, que servem em diversas áreas na organização da Festa e acolhimento aos romeiros. O professor Diogo Gonçalves de Resende é um exemplo. Ele mora em Catalão (GO) e, há 16 anos, vem para a Capital da Fé de Goiás especialmente para trabalhar voluntariamente na Romaria.

“Eu cuido da paramentação dos padres, organizo as liturgias, a sacristia de forma geral e ainda rezo o terço com os devotos todos os dias às 19h. Acredito que a fé é o primordial em tudo na nossa vida. Por isso, todos os anos eu já me preparo para a Romaria. Não me vejo mais sem vir e participar. No meu trabalho eu coloco um substituto e todos já sabem que nestes dias estarei em Trindade”, contou o professor.

A dedicação ao trabalho se resume em gratidão ao Pai Eterno. “Eu costumo me referir à frase de Mahatma Gandhi: ‘Quem não vive para servir não serve para viver’. E eu sirvo por fé e gratidão. Tenho certeza que o Pai não desampara. Já recebi muitas graças, tive um nódulo na garganta, em 2013, com suspeita se ser maligno, pedi as bênção do Pai Eterno e graças a Ele fiz a cirurgia, foi benigno e estou ótimo”, lembrou Diogo.

De acordo com o professor, uma Romaria com o tema relacionado aos leigos, é uma forma de reconhecer o trabalho de cada um. “Assim percebo que o meu trabalho é essencial para os padres e para os romeiros. Ajudo com toda satisfação e honra. Sou reconhecido e valorizado pelo que faço”, afirmou.

Veja também:

Outro exemplo de trabalho prestado à Igreja de forma voluntária é o da jornalista Mara Rúbia Pereira da Silva. Ela colabora há seis anos com a equipe de divulgação da Festa de Trindade. “Emoção inexplicável. Tantas vezes eu já precisei do Pai Eterno e Ele me ajudou. Por que eu não posso retribuir? O que eu faço ainda é pouco pelo tanto de bênçãos que já recebi na minha vida”, contou.

Emocionada, a jornalista falou sobre o acolhimento da equipe: “Já nos tornamos uma família. Trabalhamos juntos os dez dias da Festa e eu sinto que todos me recebem com muito carinho e reconhecem meu esforço, minha dedicação. Sabem que faço pela fé e gratidão ao Divino Pai Eterno. Sei o quanto o leigo é importante para a Igreja e me sinto orgulhosa em evangelizar por meio do meu trabalho”, concluiu Mara Rúbia.

A Romaria 2018 quis dar uma atenção especial a esses leigos, que assim como o Diogo e a Mara Rúbia,  dedicam parte da sua vida à Igreja e aos cuidados com os irmãos romeiros do Pai Eterno. “Estamos enfatizando a participação e trabalho dos leigos dentro da Igreja, onde eles vivem a sua fé, mas de tal modo que ela estenda-se às suas famílias, locais de trabalho e onde mais ele está inserido e exerce a extensão da sua vida de fé”, pontuou Pe. Edinisio Pereira, reitor do Santuário Basílica.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store