Devoção

Conheça a história de vida e fé dos irmãos Dalmir e Divino dos Santos

Hoje, 5 de setembro, é o Dia do Irmão. Reportagem especial celebra a data.

Hoje, 5 de setembro, é Dia do Irmão e o Programa Pai Eterno exibiu uma reportagem especial contando a história de amizade e companheirismo entre os irmãos Dalmir dos Santos Raimundo e Divino Aldair dos Santos.  Por necessidade de família e trabalho, eles passaram tempos separados, mas agora já estão mais próximos e seguem juntos nos caminhos da fé. (Assista ao vídeo abaixo)

Dalmir dos Santos Raimundo, eletricista, tem um conceito sobre a palavra ‘irmão’. “Irmãos nada mais é do que família mesmo, aquele que você pode contar em todas as horas, na alegria, nas tristezas”, afirmou.

Divino Aldair dos Santos, auxiliar de mailing, completou e concordou com o irmão: “É um ponto de apoio, é como fomos criados. É como se fosse um companheiro. Então, irmandade para nós é isso, é valorizar, ter uma pessoa que podemos confiar”, disse. Juntos, eles preservam bastante os momentos familiares e sempre que podem, cultivam a fé, tradição deixada pelos pais. “Minha mãe foi a responsável por me levar à igreja, onde aprendi a gostar do Divino Pai Eterno”, lembrou Divino.

Dalmir contou que eles vieram para Goiânia em 1994. “Morávamos em Santa Tereza, e quando chegamos aqui conhecemos Trindade, o Divino Pai Eterno e a Basílica. Fomos e ficamos encantados pelo local. Do alto do morro, olhamos toda a cidade, vemos a fé do povo, dos carreiros. Foi isso que motivou a gente a voltar e frequentar mais”, disse.

Veja também:

Atualmente, os irmãos formam um grupo musical. Eles cantam e tocam instrumentos.  “Quem canta reza duas vezes. E nós gostamos de música mesmo, somos compositores e gostamos de música caipira mesmo. Gostamos de música raiz, onde entra também a devoção, as Santas Missas”, comentou Divino.

Como irmãos, eles valorizam muito cada momento juntos, até porque há alguns anos eles precisaram passar um tempo separados. “Fazíamos música, animação em bares e nós perdemos nossos instrumentos, não estava dando mais certo, e nós marcávamos uma festa e tudo dando errado. Então, nisso fomos deixando e resolvemos dar um tempo. Percebemos que estávamos indo para outro mundo, não estava focando mais em religião. Foi quando voltamos, conhecemos a Basílica e eu fui até o Pai Eterno”, lembrou Divino.

Segundo ele, ao chegar a Trindade, aos pés do Pai Eterno, ele pediu a bênção de se juntar novamente ao seu irmão. “Cheguei aos pés Dele e pedi para que Ele e Nossa Senhora pudesse nos juntar novamente. Cada um tinha casado, morávamos em cidades diferentes, mas Deus foi bom e ouviu nossa prece. Retomamos o contato, compramos um violão, adquirimos alguns instrumentos novamente e aprendemos tocar sem professor. Graças ao Pai Eterno e ao nosso dom. Nos unimos  novamente e estamos focados novamente em músicas religiosas. Que Deus nos abençoe como irmãos”, concluiu Divino.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno